Notícias

CEL – Plano de Contingência COVID-19 (última atualização)

Segunda, 4 de Maio

Estimadas Partes Interessadas,

Perante a evolução epidemiológica do novo coronavírus (COVID-19), a Cooperativa Eléctrica de Loureiro, CRL (CEL), enquanto prestador de um serviço público essencial (fornecimento de energia elétrica), aprovou um plano de contingência, mitigação e prevenção à sua disseminação, no intuito de proteger todos os seus clientes, fornecedores e colaboradores, que se lhe afigura ser capaz de dar resposta a um eventual contágio, sem por em causa a continuidade de fornecimento.

Assim sendo, com implementação efetiva a 13 de março de 2020 e alterações a 23 de março de 2020 e a 04 de maio de 2020 e até à evolução positiva do atual cenário ou indicação expressa em contrário, entrarão em vigor de forma temporária as seguintes medidas operacionais:

  • Está condicionado o acesso de todos os clientes, fornecedores e prestadores de serviços às instalações da CEL, nomeadamente para a realização de reuniões, visitas, ou outros, com exceção da empresa prestadora dos serviços de higiene e segurança no trabalho. Privilegiamos as alternativas que a tecnologia nos oferece para podermos continuar a disponibilizar-lhes todo o nosso apoio (videoconferências, dispositivos móveis, email, contacto telefónico, etc.);
  •  Encontra-se aberto o serviço de atendimento presencial desde dia 04 de maio de 2020, com regras definidas em relação ao número de clientes dentro do espaço de atendimento. De acordo com as regras afixadas junto ao balcão de atendimento, apenas é permitida a presença de uma pessoa, com máscara (cirúrgica ou comunitária) e/ou viseira e sem acompanhante. Recomenda-se a utilização de gel desinfetante antes e após o atendimento (disponível junto ao balcão de atendimento). Os restantes clientes devem aguardar no exterior das instalações, garantindo a distância mínima de segurança;
  • Encontra-se previsto na CEL uma sala de isolamento munida com um kit de contingência constituído por máscara, luvas, termómetro, água, toalhetes de papel e bens não perecíveis, solução antissética de base alcoólica, bem como o procedimento a adotar em caso de trabalhador com sintomas / caso suspeito. Encontra-se ainda disponível em vários locais no interior das instalações solução antissética de base alcoólica, assim como máscaras reutilizáveis para utilização no decorrer do período normal de trabalho;
  • Devem continuar a ser realizadas medições de temperatura corporal pelos colaboradores, não podendo ser efetuado o registo do valor associado à identidade da pessoa. Qualquer situação anómala deve ser comunicada de imediato à Direção da CEL;
  • Encontra-se suspenso o registo biométrico para controle de assiduidade por parte dos colaboradores, sendo o registo efetuado em papel individualmente por cada colaborador;
  • Pedimos que privilegie o recurso aos meios digitais. Caso não possa, contacte-nos, estaremos disponíveis para o ajudar. Pode efetuar o pagamento da sua fatura de energia por transferência bancária para o IBAN indicado no campo “Outros elementos” constante na sua fatura de energia. No caso de efetuar o pagamento por transferência bancária agradecemos o envio do comprovativo do mesmo por email para celoureiro@celoureiro.com ou por sms para o número de telemóvel da CEL 918015698 com identificação do cliente, para desta forma procedermos atempadamente à liquidação da sua fatura de energia eidentificarmos mais facilmente o cliente associado.
  • Estão condicionadas a aprovação por parte da Direção da CEL, todas as deslocações da nossa equipa técnica. No que diz respeito às assistências técnicas e avarias privilegiamos numa primeira análise o contacto telefónico com o serviço de piquete;
  • Estão temporariamente condicionadas todas as intervenções nas instalações de clientes, salvo o controlo e leitura de consumos, sendo que, os colaboradores da CEL estão informados das devidas precauções e medidas a tomar;
  • As receções e/ou expedições de materiais, até indicações em contrário, mantêm o seu normal processamento/funcionamento, ficando condicionadas apenas a fatores externos à CEL, nomeadamente os decorrentes do eventual encerramento de fronteiras ou medidas limitadoras ao trânsito de bens.

Qualquer exceção às medidas acima descritas, terá de ser devidamente acordada e autorizada pela Direção da CEL. Convencidos de que estas medidas permitirão não só mitigar o risco de propagação do novo coronavírus, preservar o bem-estar de todos e também manter a continuidade do nosso serviço, desde já agradecemos a sua compreensão e total colaboração.

Loureiro, 04 de maio de 2020

Atentamente,

O Presidente da Direção da CEL

Sérgio Manuel da Silva Pinho